Loading...

Conflito dos Séculos 02 – Guerra no Céu

[ut_button color=”grey” target=”_blank” link=”http://media.blubrry.com/micocast/mico116.com.br/micocasts/serie1/conflito02.mp3″ size=”medium”]DOWNLOAD MP3[/ut_button]

Duração: aprox. 44 min.

SUGESTÕES, CR͍TICAS, e  DÚVIDAS, Envie e-mails para: micocast@mico116.com.br

[envie o email com nome, idade, profissão e localidade!]

Pastor Demóstenes Neves

É graduado e Mestre em Teologia (UNASP/1982/1992) e licenciado em Pedagogia e Gestão Educacional (FAENE/2002). Mestre também em Família na Sociedade Contemporânea pela (UCSAL/2007). Atualmente é coordenador e professor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia/IAENE e professor no curso de pedagogia e Pós-graduação da Faculdade Adventista de Educação do Nordeste.

Seja bem vindo ao segundo episódio da Série 1. Essa série não foi realizada para eruditos, teólogos ou filósofos, em seu caráter mais profundo da definição, mas para todos ouvintes que desejam compreender os principais ensinos sobre o cenário que nos encontramos no Grande Conflito entre o bem e o mal. Esse conflito teve um início, e para nos explicar sobre como tudo isso se originou e o rumo que será tomado, no episódio número dois, Guerra no Céu, o pastor Demóstenes Neves traz à luz fatos teológicos, literários e históricos, apresentando a verdade revelada. Micocast apresenta: O conflito dos Séculos.

“A história do conflito entre o bem e o mal é o que chamamos de metanarrativa bíblica . […] mostra como essa compreensão do conflito […] permeia as civilizações e as diversas religiões”

“O dragão é o diabo, Satanás (Ap 12:9). Entre o dragão de Apocalipse 12 e o quarto animal de Daniel 7, há perfeita identificação. Ambos são terríveis e espantosos; ambos possuem dez chifres; ambos estão ligados à história da igreja cristã.  As sete cabeças representam o Império Romano e os dez chifres indicam a divisão nos reinos que constituiriam a Europa moderna. Vemos os dez chifres do quarto animal nas sete cabeças do dragão vermelho, o que comprova que o dragão e o quarto animal simbolizam o Império Romano que se dividiria em dez partes.
Parte da força do dragão está em sua cauda, que representa a astuta maneira com que enganou a terça parte dos anjos, ou seja, a cauda do dragão representa a mentira e os enganos de Satanás.

Mulher, em profecia, representa igreja. A igreja de Deus, pura, verdadeira é representada por uma mulher virtuosa (Jr 6:2; Is 54:5, 6; Os 2:19, 20; Jo 3:29; 2Co 11:2; Ap 19:7, 8).  A Lua não tem luz própria; ela é simples refletora da luz solar. Assim é também com a igreja. Não temos luz de nós mesmos, mas apenas refletimos a glória de Cristo, “o Sol da Justiça”. Isso foi revelado de modo claro no antigo santuário hebreu, cujo cerimonial era apenas “sombra dos bens futuros” (Hb 10:1).
A igreja é aqui representada como estando em pé sobre a Lua, não como menosprezo ao Antigo Testamento, a Moisés e aos profetas, mas tendo-os como fundamento. O significado aqui é que a igreja foi estabelecida sobre a Palavra de Deus.”

Leia tudo aquimulher-gravida-ap12

REFERÊNCIAS
BÍBLICAS

  • 2Reis 5:1-19 – Menina Cativa
  • Atos 5:1-11 – Ananias e Safira
  • 2Reis 13:14-25 – As Flechas de Jeoás
  • Apocalipse 12
  • Daniel 7

REFERÊNCIAS
HISTÓRICAS

NOTAS DO PASTOR

Sem notas.

By | 2017-01-13T19:09:55+00:00 novembro 28th, 2016|blog, Conflitos dos Séculos 02, MicoCast| Comments